quinta-feira, 22 de outubro de 2009

(Re)Ciclo (repost)


17.03.06

Há momentos na vida que é necessário parar e pensar que rumo tomar. Se eu for para a direita, esquerda, se continuo reto, se volto, tudo isso começa a ser uma incógnita, uma equação, uma fração, uma fórmula, um dilema, uma interrogação ou várias interrogações.
Algumas vezes o melhor caminho para enfrentar os problemas é fazendo o caminho de volta.
Estou numa fase da vida onde estou questionando até o sol, as confabulações mentais estão num nível de saturação que não consigo pensar mais, a única coisa que vem é por quê?
Porque isso? Porque aquilo? Porque aquele? Porque aquela? Porque lá? Porque cá? Por quê? Por quê? Por quê? Por quê? Por quê?
Comecei a fazer terapia, hoje foi a minha primeira sessão, e já percebi algumas coisas que realmente não imaginava que isso iria acontecer tão rápido, mas agora só tem uma coisa na minha cabeça, o que vai acontecer na minha próxima sessão?
Quando serei obrigado a sacar o meu cigarro e fumar no consultório? Espero não precisar, mas se for necessário, vou travar um duelo, saco logo dois cigarros dou dez passo para trás e atiro. Onde vai acertar esse tiro? Em mim é claro!
Mas chega de mão na cabeça e auto-análises semi- funcionais- camufladas, agora vai iniciar uma análise- funcional- enfregatória- de âmago- na cara, espero que eu tenha pernas para conseguir caminhar os dez passos.

22.10.09
Três anos e sete meses se passaram. Nunca saquei um cigarro (na sessão), mas já dei vários tiros e boa parte teve efeito bumerangue. Enfim!
A grande questão agora é saber quantos passos eu já dei.
Que venham as próximas sessões...

3 comentários:

qualquer menina disse...

ahh!! que lindo!!
eu ainda não te lia quando este processo começou..
agora estou pensando em voltar atrás e ler toooodos os teus posts até hoje!
a relação com a terapia é mesmo uma coisa louca..
eu estou pra "ter alta" e não sei bem o que pensar..
nas quintas de manhã (eu odeio acordar cedo) eu penso: hmm! ótimo! eu não preciso mais mesmo de terapia!
mas quando o bicho pega minha terapeuta é loguinho lembrada..
acho que a pergunta cabível sobre os passos é, na verdade: quantos passos eu já dei 'com minhas próprias pernas'?

bjão Vini! passar aqui é sempre bom!!

Barbara disse...

tenho a impressão de que estou nessa fase desse teu post de qdo começou a analise... hehehe pq será hein???? ;)
;****

Vinicius disse...

'quantos passos eu já dei 'com minhas próprias pernas'?

adorei!